24.8 C
Campo Grande
sábado, 27 de novembro de 2021

Entenda a relação entre a ansiedade e o ambiente corporativo

- Publicidade -

O aumento da ansiedade sentida dentro do ambiente de trabalho foi um dos principais impactos ocasionados pela pandemia do novo coronavírus na saúde mental dos brasileiros, que já era considerada a população mais ansiosa do mundo, segundo a OMS. 

Entenda a relação entre a ansiedade e o ambiente corporativo

Cerca de 52% dos trabalhadores sofrem ansiedade enquanto estão no trabalho, de acordo com a Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje). Para Felipe Laccelva, psicólogo e CEO da plataforma Fepo Psicólogos, esse sentimento não surge apenas de uma alta carga de trabalho “Às vezes pensamos que somente o excesso de trabalho pode contribuir diretamente para os níveis de ansiedade dos colaboradores, mas altos níveis de competitividade, estímulo a jornadas longas, ameaças de desemprego e relacionamento negativo com os colegas e líderes também influenciam”, completa. 

Uma pessoa ansiosa pode buscar um médico para ajudar a controlar a ansiedade, por meio de tratamentos medicamentosos, em paralelo pode realizar um trabalho terapêutico com psicólogo, a fim entender e mudar o modo como se posiciona em relação aos fatores causadores da ansiedade.

Conversar sobre saúde mental ainda é um tabu? 

O ambiente competitivo e a alta da taxa de desemprego que persiste há quase uma década no Brasil, são fatores cruciais para o “receio” que muitos têm ao falar sobre saúde mental no trabalho. Além disso, a cultura construída dentro de casa pode influenciar negativamente, pois, muitas vezes, nem entre os familiares mais próximos o tema é discutido.

Porém, durante a pandemia, questões ligadas à saúde mental também passaram a ser integradas como parte estratégica nas organizações, já que nesse período houve um aumento de quase 30% dos casos, de acordo com a revista científica The Lancet. Com isso, o universo corporativo, aos poucos, começou a abordar o assunto, que ainda é tabu, mas afeta diretamente o desempenho dos colaboradores.

Efeitos sentidos no dia a dia 

Um indivíduo que sofre de ansiedade pode ter a autoestima e confiança prejudicadas, consequentemente, evita tomar decisões importantes, se expor aos desafios e adversidades do dia a dia. Além de ter dificuldades em expressar as ideias e projetos, bem como as relações com os colegas e a própria carreira. 

A carreira da pessoa que sofre com ansiedade pode ser altamente prejudicada porque as habilidades de relacionamento e liderança são fundamentais para o desenvolvimento. Segundo o psicólogo, os efeitos não ficam restritos ao ambiente corporativo, mas também são sentidos em casa, ou nos momentos de lazer, como:

  • Insônia;  
  • Falta de concentração; 
  • Interferência nas relações pessoais;  
  • Enxergar as coisas através de um prisma negativo.

É indicado que RH das empresas faça um acompanhamento do clima organizacional, além disso, é essencial ter a clareza de como a cultura corporativa influencia no comportamento dos colaboradores. Por último, é importante que tenham políticas e normas para balizar o comportamento dos trabalhadores dentro da organização, a fim de combater posturas que sejam prejudiciais à saúde emocional time.

Buscar ajuda está cada vez mais fácil

O isolamento praticado durante o auge da pandemia impulsionou atendimentos virtuais. A plataforma Fepo, por exemplo, realizou mais de 27 mil atendimentos durante o ano de 2020, um crescimento de 1820% com relação a 2019. 

Com preços mais acessíveis do que os praticados em atendimentos presenciais, a facilidade de conversar com um profissional no conforto de casa, a ausência dos gastos adicionais de transporte e tempo no caminho até um consultório, estão entre os principais motivos de crescimento das consultas virtuais.

“Durante a pandemia, começamos a ter uma alta procura por quem estava empregado e precisou lidar com a saúde mental afetada pelo momento que nosso país atravessou durante os últimos dois anos. Não era algo novo, mas foi uma ferramenta que muitas pessoas utilizaram pela primeira vez, e rapidamente foi aceita pelos mesmos, visto os benefícios de praticidade e custo que a terapia oferece, finaliza Laccelva. 

Com informações da Assessoria de Imprensa

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-