17.8 C
Campo Grande

Parque dos Poderes: cercamento vai reforçar proteção da reserva ecológica

- Publicidade -

Para reforçar a proteção à reserva ecológica do Parque dos Poderes, o Governo do Estado está trocando a cerca no local, em um investimento de R$ 1,4 milhão. As atividades começaram em dezembro do 2021 e seguem até abril deste ano. Cerca de 30% das trocas já foram concluídas.

Segundo a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), o cercamento do Parque não impede a livre circulação dos animais da reserva, já que elas possuem aberturas para que os animais possam circular por todos os locais do complexo estadual.

O objetivo é que haja esta barreira visual como uma espécie de proteção sobre a reserva ecológica, mostrando que se trata de uma área reservada, que não permite acesso da população. É mais uma ação em prol da preservação da mata nativa e fauna do complexo.

Reforma geral

O Governo do Estado também está promovendo a revitalização geral do Parque dos Poderes,  investindo mais de R$ 18,9 milhões. A primeira reforma da história do complexo estadual já está com mais de 60% dos trabalhos concluídos. As atividades começaram em junho do ano passado.

A revitalização conta com melhorias como restauração do pavimento, ciclovias, paisagismo, estacionamentos, drenagem, pistas de caminhada, novos pontos de ônibus, urbanização e calçadas com acessibilidade. Também já foram instaladas boa parte dos guarda-corpo que vai separar a calçada do estacionamento.

Junto com as ciclovias, estão sendo feitas a parte de paisagismo e colocação de parte do mobiliário urbano, entre eles a instalação de bancos nos canteiros, assim como as lixeiras e as rampas de acesso aos cadeirantes. Nos próximos meses ainda serão instalados os espaços de convívio, entre eles o da rotatória da Avenida Mato Grosso, que vai contar com quatro a cinco bancos e estação de ginástica.

Em paralelo a obra, o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) está fazendo a troca de sinalização vertical (placas), assim como a pintura horizontal, para contribuir com o acesso e o trânsito local.

Com informações de Leonardo Rocha, Subcom

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-