20.8 C
Campo Grande

A tecnologia como elemento fundamental para impulsionar os resultados do agronegócio

- Publicidade -

O Brasil se destaca pela diversidade da sua economia, com várias atividades que contribuem para o crescimento do País. O agronegócio, por exemplo, é um dos setores em evidência, pois, segundo levantamento realizado pelo Cepea/Esalq-USP, ele já representa quase 25% do PIB brasileiro e é um mercado em alta, tanto interna quanto externamente. 

A tecnologia como elemento fundamental para impulsionar os resultados do agronegócio

O avanço do agronegócio está diretamente atrelado ao uso da tecnologia e às oportunidades que ela proporciona ao setor. As soluções em inovação podem ser a chave para o aprimoramento das práticas agrícolas, o aumento da produtividade e, consequentemente, das vendas. Tecnologias como uso de Big Data, Internet das Coisas (IoT, em inglês) e Inteligência Artificial já estão proporcionando diversos benefícios para fazendeiros, como eficiência na produtividade e maior controle na gestão da propriedade. Os sensores de IoT, juntamente aos recursos de cloud computing, automação e outras tecnologias podem levar a maiores rendimentos, diminuindo consideravelmente o consumo de insumos por hectare, além de reduzir o desperdício ao longo da cadeia de suprimentos e implementar processos sustentáveis de menor dano ambiental.

A tendência é que este crescimento no uso de ferramentas se mantenha nos próximos anos, gerando previsibilidade para as safras e garantindo a competitividade das propriedades agrícolas brasileiras tanto no mercado nacional, quanto mundial. A inovação no agronegócio tem sido a aposta para a retomada na produção pós-crise gerada pela pandemia do Covid-19.

Como a tecnologia está cada vez mais presente no agronegócio, diversas empresas brasileiras vêm desenvolvendo soluções que buscam otimizar o sistema de produção, minimizar custos e perdas no campo e, ainda, aumentar a rentabilidade. A tecnologia passou a ser peça imprescindível para a expansão do setor, não apenas para tornar a produção cada vez mais eficiente, mas também para gerar soluções para os problemas que aparecem. 

É necessário, portanto, intensificar o uso de ferramentas baseadas em satélites, inteligência artificial, big data, drones, entre outros, para firmar o Brasil como referência mundial em adoção de tecnologia no agronegócio. A inclusão de recursos de última geração no campo estimula o desempenho do setor agrícola brasileiro, consolidando o Brasil como um dos principais competidores mundiais no segmento. 

* Por José Luiz de Matos – Diretor Comercial da Seal Telecom para a região Sul

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-