20.8 C
Campo Grande

Cuidar do corpo e também do espírito

- Publicidade -

O Senhor ensina que “não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus”. Ou seja, para o próprio bem do indivíduo, para o bom funcionamento de seu corpo, precisa cuidar não apenas do físico, mas também do espírito. Não se pode negligenciar essa parte sob pena de fracasso na vida se a deixar de escanteio.

Cuidar do corpo e também do espírito

As cidades estão cada vez mais cheias de todo tipo de ginásios, salões e academias para as práticas mais variadas de atividades físicas. O leque é grande: musculação, aeróbica, yoga, artes marciais, danças, etc. Da mesma forma, ruas, avenidas e parques estão sendo aperfeiçoados para permitir caminhadas, corridas, pedaladas, pistas de skate, voleibol e basquetebol, entre tantas.

Profissionais especializados são contratados não só para estabelecer um programa de exercício de acordo com a capacidade de cada um (crianças, jovens, adultos e idosos) e até para criar cardápios alimentares saudáveis que contribuam para um melhor rendimento físico.

Se levarmos em conta também a corrida pela vaidade física, tanto de homens como de mulheres, o leque de interesse e investimentos torna-se muito maior em todo o mundo. Um mercado que movimenta bilhões de reais com uma infinidade de produtos e serviços oferecidos com a promessa de tornar a pessoa mais bonita, com um físico mais escultural e saudável.

Porém, como todos sabem – pelo menos no íntimo de cada um está essa verdade – de que no final, o que conta mesmo é o crescimento e o fortalecimento espiritual de cada um. Então, por que o indivíduo reluta tanto para entender isso? Por que é tão teimoso e negligente nos cuidados com o seu espírito, que é perfeito e eterno, enquanto que o corpo que é imperfeito e temporário recebe os maiores cuidados?

A verdade, que está entesourada no interior de cada um, é que todos fazem parte do Plano de Salvação estabelecido por Deus e Jesus Cristo, quando criaram o mundo. É aqui que todos devem desfrutar do dom da vida e buscarem, dentro de si, essa verdade de que devem trilhar o longo caminho e se fortalecerem nos ensinamentos e mandamentos do Senhor, conforme o que está escrito, de maneira bem clara, nas Escrituras Sagradas.

Cada indivíduo pode até não querer aceitar e seguir o verdadeiro caminho, pois tem o livre-arbítrio, que recebeu do próprio Senhor. Mas isso não apaga a verdade que está dentro de si.

Profetas antigos e modernos advertiram e ainda advertem as pessoas sobre as consequências delas se afastarem de Deus e não cuidarem de seu lado espiritual: “Pode-se aprender pelo amor ou pela dor”, afirmam.  E não se pode fazer como muitos que optam por louvar deuses que não são verdadeiros.

O sentimento de que se deve sim cuidar da parte espiritual sempre levou o indivíduo despreparado a adorar outros deuses e não o Criador de todas as coisas, o Criador do Universo, o Pai Celestial e Pai de Jesus Cristo, que também é Deus.

É o próprio Cristo quem nos adverte dizendo: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. Então, diante dessa verdade inconteste a questão é: – Até quando o indivíduo vai continuar a malhar o corpo físico e vesti-lo vaidosamente sem nutrir e valorizar a parte mais importante de seu próprio ser: o Espírito?

Não deixe a situação chegar, como muitos fazem, de reconhecer esse erro quando estiver no leito da morte.

A melhor maneira de conhecer e buscar as bênçãos do Senhor é começando com simples orações diárias e a leitura das Escrituras Sagradas, também diariamente. Ao fazer isso, mais cedo ou mais tarde a pessoa vai começar a sentir a maior experiência da sua vida e então, passará a ver tudo de maneira melhor, mais clara e o mais importante: terá as bênçãos e a proteção do Senhor.

Por Wilson Aquino – Jornalista e Professor

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-