18.8 C
Campo Grande

Quatro maneiras de ter equilíbrio emocional

- Publicidade -
Quatro maneiras de ter equilíbrio emocional

Como ter equilíbrio emocional num mundo onde o foco no externo se tornou tão importante? Por trás de inúmeras doenças emocionais e, por consequência, físicas estão os desequilíbrios psíquicos. Sensação de angústia constante e fracasso acomete a maioria das pessoas e trazido sofrimento. A frase mais repetida ultimamente é “me sinto perdido’’.

Então, como resgatar o equilíbrio emocional? Primeira coisa: nos esquecemos de que habitamos um corpo e temos necessidades de uma evolução espiritual, emocional e física. À medida que nos distanciamos de nós, começamos a sofrer para que haja um retorno à nossa essência. Quanto mais distantes estamos de nós, mais sofremos. Sabe aquela sensação de angústia indefinida e uma ansiedade constante? Muitas vezes é um chamado do seu Eu para retornar para casa. Como fazer isso na prática?

A primeira estratégia para o equilíbrio é a meditação. Apenas encontre uma postura relaxante, seja sentado, deitado ou até em pé. Feche os olhos por 5 a 10 minutos. Respire e visualize uma cor, que pode ser branca, rosa, amarela, azul, verde ou violeta. As cores, ajudam a seu cérebro a ter algo para pensar. Elas têm um efeito no sistema nervoso, além de renovação para a saúde física, sentirá mais tranquilidade, paz interior, sensação de que as coisas estão fluindo, controle sadio da vida, conexão com você mesmo e intimidade com a energia criadora, que você pode chamar de Deus, Universo ou o nome que você se sentir confortável para essa fonte de Amor Inesgotável.

Não abra o celular quando acordar pela manhã. Essa estratégia é fundamental nos dias que vivemos. Quando fazemos isso, enviamos um comando para nosso cérebro de que: “todo mundo é mais importante do que nós”, e o segundo é “eu estou muito atrasado na vida!’’.  Esses comandos vão disparar sentimentos de tristeza, ansiedade e sensação de fracasso. Com o bombardeio de informação tenderá perder o foco do que iria fazer. Com a falsa realidade das mídias sociais poderá sentir-se triste, pois sua vida está dentro de sua normalidade. Os prejuízos costumam vir a médio e longo prazo, na correria do dia, apenas sentimos ansiedade e angústia, mas a longo prazo podemos ter um quadro de depressão e doenças orgânicas. A forma como iniciamos o nosso dia vai ditar como será todo o restante.

Inclua na sua vida diária uma atividade física de pelo menos 30 minutos. Seja uma caminhada mais intensa, para sentir seu corpo aquecido, algo na água, como a natação ou hidroginástica, uma dança, yoga. Nem sempre você precisa de academia para fazer exercícios físicos. Importante é fazer algo que você sinta a energia fluindo em seu corpo. O corpo é uma bela máquina que não pode ficar parada. O que acontece com um carro parado na garagem por multo tempo? Segundo o médico neurologista e neuro-oncologista, Gabriel Novaes de Rezende Batistella, o exercício melhora o fluxo sanguíneo e protege a memória.

Pare de se comparar com os outros! Quando fazemos isso, perdemos a energia que serviria para construir a nossa vida do jeito que desejamos. Você pode até admirar outras pessoas e se inspirar com elas, mas sempre lembrando que elas têm uma história e você outra. Quando começamos a colocar isso em prática, percebemos um sentimento de amor próprio, uma sensação de vida acontecendo passa a fazer parte de nosso universo, aquela autoconfiança tão desejada nasce como um hábito diário.

Lembre-se: você é único! Tem um imenso poder dentro de você, se ao menos olhar um pouquinho para isso, começará a sentir e experienciar o gosto da liberdade.

Por J. Schneider, é psicóloga, escritora, coach e mentora. Criadora do método “Desenvolvimento do Poder Interno”. Autora do livro “Caroline e seus Mundos”.

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-