18.8 C
Campo Grande

IBGE dá início ao Censo Demográfico 2022

- Publicidade -

Mais de 180 mil recenseadores vão estar nas ruas em todos os 5.568 municípios brasileiros, a partir desta segunda-feira, para realizar o Censo Demográfico 2022. O trabalho deles e a colaboração da população vão produzir o novo retrato do Brasil, com informações imprescindíveis para o avanço de políticas publicas e decisões de investimentos nas mais diversas áreas.

A maior pesquisa do país, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é feita a cada virada de década, mas sofreu um atraso de dois anos devido à pandemia de covid-19 e à falta de recursos.

E, pela primeira vez, o Censo vai coletar também informações sobre os povos de regiões remanescentes de quilombos. Quase seis mil territórios quilombolas terão seu retrato no censo.

Para esse trabalho gigante, o IBGE aposta na tecnologia para garantir a qualidade da coleta de dados, como explicou o coordenador técnico da pesquisa, Luciano Duarte.

Entre primeiro de agosto e o mês de outubro, os recenseadores vão visitar mais de 70 milhões de domicílios. Além da entrevista presencial, de porta em porta, a população poderá responder à sondagem via internet ou telefone. Uma central telefônica exclusiva vai esclarecer as dúvidas e orientar a população. É o Centro de Apoio ao Censo disponível no número 0800 721 8181, que vai funcionar das 8h às 21h30, de domingo a domingo.

O Coordenador Luciano Duarte ressalta que os brasileiros devem ficar tranquilos em relação aos dados coletados, pois eles são sigilosos.

Para garantir a segurança daqueles vão abrir suas portas ao censo, os agentes vão estar uniformizados, usarão boné e colete azuis com a logomarca do IBGE e a população poderá confirmar a identidade do entrevistador pela central telefônica 0800 721 8181 e também no site respondendo.ibge.gov.br.

O Instituto tomou, ainda, medidas contra a covid-19. Todas as equipes seguirão protocolos sanitários, como uso de máscara, higienização das mãos, equipamentos com álcool em gel e distanciamento social.

Fonte: Agência Brasil

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-