18.8 C
Campo Grande

Dia da Cerveja: empresários de MS se tornam referência com inovação no mercado cervejeiro

- Publicidade -

Comemorado nesta sexta-feira (05), o Dia Internacional de Cerveja é uma data que celebra os profissionais e empreendedores que fabricam e servem a bebida. A fim de inspirar os pequenos negócios sul-mato-grossenses, o Sebrae/MS apresenta a história de duas empresas do ramo, a Cervejaria Prosa e Dom Josimo – bar e choperia, localizadas, respectivamente, em Campo Grande e Aquidauana, e que ganharam destaque no mercado local pelo esforço e empenho de seus proprietários.

O dono da Cervejaria Prosa, Hipolito Lima, teve a ideia de abrir um negócio em 2012, ao longo de diversas prosas e partidas de tênis com amigos. A loja teve seu início somente no ano de 2017 e contou com seis estilos de receitas originais de cervejas artesanais. “Sempre tive uma grande paixão por cerveja e por todo o processo de produção da bebida. Além disso, abrir uma empresa nesse ramo foi uma oportunidade de transformar o prazer pessoal em um negócio”, explica Hipolito.

Iniciar uma empresa não é uma tarefa fácil e exige organização, planejamento e coragem, e foi exatamente isso que Hipolito Lima precisou quando se deparou com os desafios de gerir um negócio. Ao longo dessa jornada, ele contou com o apoio do Sebrae. “Sempre foi um aliado da empresa, todos os materiais produzidos servem como nossos guias para diferentes vertentes aqui dentro. Com a ajuda do Sebrae e das soluções que me foram apresentadas eu me inspirei e levo esse espírito de excelência no dia a dia da Prosa”, revela o empresário.

Atualmente, a Cervejaria Prosa é um dos principais empreendimentos buscados pelo público campo-grandense para a degustação de cervejas artesanais, oferecendo um cardápio com diversos estilos de cerveja, que caíram no gosto do público, como a Pilsen – Prosa, Lager – Ipê Florido, Weiss – Piracema, Blond Ale – Toca da Onça, Red Ale – Canta Galo, IPA – Boiadeira, Flanders – Cunhataiporã, entre outras. Os nomes que fazem referência à identidade cultural regional.

Outro diferencial do empreendimento é que ele prepara receitas sazonais e festivas, sempre respeitando a lei de pureza alemã – Reinheitsgebot – utilizando apenas água, malte, lúpulo e levedo para criar aromas e sabores. O negócio inclusive fornece seus produtos para outros estabelecimentos do setor.

Essa busca por novas ideias é algo fundamental para o proprietário da empresa, para continuar sendo referência no mercado local. “Acredito que com base na excelência, inovação e persistência nós vamos continuar a quebrar diversos paradigmas e servir cervejas artesanais e que caibam no bolso de todas as pessoas, isso é uma forma de incluir e levar o mercado cervejeiro para qualquer tipo de público”, comenta Hipolito.

O empresário espera ser inspiração para outras pessoas que queiram empreender no ramo e continuará a fomentar o mercado local e a cultura cervejeira, para abrir portas para outros empreendimentos. “Nos sentimos integrados com a sociedade, porque são as pessoas que consomem os nossos produtos e devemos honrar esta confiança e fidelidade. Por isso, buscamos servir e inovar a cada dia, para que possamos ser referência e inspiração tanto para os nossos clientes quando para outros empresas e potenciais empresários do ramo”.

Novos Negócios

Em paralelo à história da Cervejaria Prosa, existem outros empreendimentos que estão nascendo em Mato Grosso do Sul, voltados a explorar a cerveja e suas diversas possibilidades junto ao público. É o caso da empreendedora Carolina Marques, dona da Dom Josimo bar e choperia, que vende no local chope artesanal e para isso conta com uma gama de fornecedores. Ela empreende no ramo há pouco mais de um ano e a vontade de trabalhar com cerveja veio da necessidade de trazer produtos inovadores para o município onde mora, Aquidauana.

“Após fazer muitas pesquisas e procurar novidades, decidimos abrir um negócio nesse ramo. Minha família sempre gostou de cervejas artesanais, por isso, procuramos inovar e fomos procurando fornecedores para fazer parte disso. Sabíamos que tinha o público do chope e o público da cerveja artesanal, mas que isso ainda não tinha sido explorado na região. Juntamos a vontade de trazer algo novo para Aquidauana com a paixão por cerveja e assim nasceu a Dom Josimo”, comenta a empreendedora.

Para atrair clientes e, ao mesmo tempo, estimular o consumo de cervejas artesanais em um lugar onde até então esse hábito de consumo não era tão presente, ela investiu em Marketing. “As pessoas tiveram uma receptividade muito boa, mas ainda havia o público que não gostava do chope e cerveja artesanal.

Tivemos um intenso trabalho de marketing para tentar trazer essas pessoas e fazer com que elas experimentassem e percebessem que era algo muito interessante, e que além de tudo era uma forma de arte. Aos poucos fomos conquistando esse público, e hoje podemos dizer que fidelizamos muitos e muitos clientes vendendo aquilo que gostamos e acreditamos”, revela Carolina Marques.

Além desta questão cultural, outro desafio notado pela empresária logo no período de abertura do negócio, foi a necessidade de contratação de uma mão de obra especializada. Isso exigiu uma alta demanda de treinamento para funcionários e gestão de pessoas. Para atravessar esses obstáculos, Carolina Marques buscou a ajuda do Sebrae.

“Eu e a minha equipe fizemos cursos e acompanhamentos de gestão para melhorarmos nosso relacionamento dentro da empresa. Realizamos diversas consultorias e recebemos muitas dicas que colocamos em prática e conseguimos bons resultados. Essa parceria com o Sebrae, agregou positivamente no meu negócio, além de ter recebido todo o apoio que precisava com as soluções que fiz”, conta.

Atualmente, ela colhe os frutos deste empenho, e já tem grandes planos para o futuro. “Queremos nos transformar em uma marca que vire referência, não só aqui na nossa cidade, mas no Mato Grosso do Sul. Além disso, buscamos ser exemplo em atendimento, qualidade e inovação. Além de, estar à frente oferecendo e atualizando cada dia mais o nosso cardápio com produtos diferenciados”, expõe.

Dia da Cerveja

Comemorado em diversos países ao redor do mundo, o Dia da Cerveja teve origem em 2017, nos Estados Unidos. A data foi criada por quatro amigos que eram fãs dessa bebida e buscavam valorizar três propósitos: estar com amigos para saborear a cerveja, celebrar aqueles que fabricam e os que servem a bebida.

Atualmente, o Brasil não poderia ficar de fora dessa comemoração. O empresário Hipolito Lima conta como enxerga o mercado cervejeiro no estado e qual a importância da data para os empresários que trabalham no ramo. “Acredito que o mercado cervejeiro está em um estado de evolução. Além disso, o Dia da Cerveja, é um momento para celebrarmos o amor por essa bebida que é tão consumida. Eu digo que, cerveja é gastronomia, por isso, a criatividade precisa ser plena e constante de maneira que agrade e surpreenda todos os tipos de paladar”, expõe.

Já a empreendedora Carolina Marques, explica quais são os segredos para conquistar os clientes e qual é a importância de inovar e oferecer produtos de qualidade. “Eu faço muitas pesquisas de marca e de novidades que surgem no mercado, visando sempre o diferencial e o que é diferente para a cidade. O Dia da Cerveja, é uma data muito especial, e vamos trazer produtos que ainda não tínhamos oferecido aqui na Dom Josimo, além de promover algumas promoções para tornar esse dia ainda mais especial para nossos clientes”, complementa a empresária.

Fonte: Sebrae/MS

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-