18.8 C
Campo Grande

Dia mundial dos avós

- Publicidade -

Neste domingo, 24 de julho de 2022, comemoramos o II Dia Mundial dos Avós. Tal festividade foi instituída pelo papa Francisco, pois, neste mês, no dia 26 de julho, a Igreja celebra São Joaquim e Sant’ana, pais de Maria e avós de Jesus. 

Quando pensamos nos avós, normalmente imaginamos pessoas de idade avançada, aposentadas, experientes na vida. Lembramos também das dificuldades em que vivem, a saúde frágil, devido aos anos que passaram, pois a vitalidade é menor. Mas é inegável o quanto contribuem com sua experiência de vida. 

Todas as pessoas merecem nosso respeito, merecem vida, aliás, Deus é o Deus da vida, e assim a Igreja defende a vida desde o ventre materno até o seu término natural. Basta pensarmos em quantas instituições que cuidam de crianças, jovens, adultos e idosos. Todos merecem viver e morrer dignamente.

Na Sagrada Escritura, Deus se revela como Pai, desde o Antigo Testamento Ele indica o caminho de amor e respeito ao semelhante. De maneira especial, podemos perceber que Deus não desprezou as pessoas de idade avançada. Vejamos: Ele contou com Abrão para uma missão, embora estivesse quase no final de sua vida (Gn 12,4). Abrão que se tornou Abraão foi ousado em deixar suas estruturas e lançar-se na fé ao ir para outra terra que desconhecia.

No livro de Macabeus, um ancião (2 Mac 6,18), Eleazar, embora pressionado a negar a fé, deu um grande testemunho ao preferir a morte do que negar a Deus. Sabia que seu testemunho seria importante para os outros (2 Mac 6,18). 

Os avós de Jesus e pais de Maria, Joaquim e Ana, segundo a tradição, eram de idade avançada e não poderiam ter filhos, mas o Senhor lhes concedeu a graça de gerar Maria. A árvore boa se conhece pelos bons frutos? Pois, se Maria foi escolhida para gerar o Cristo, como deveriam ser seus pais? Bondade se ensina, bondade se vê e se imita, a bondade de Maria com certeza foi aprendida com seus pais.  

Temos ainda mais dois exemplos de idosos que podemos destacar na Bíblia, os profetas Simeão e Ana. Ambos estavam no templo quando viram a promessa, Jesus, que fora apresentado por seus pais, Maria e José. Os dois são referências de fé, perseverança e ainda de anunciadores da Boa Notícia, pois assim fez Ana ao ver Jesus (Lc 2,38).

Há alguma dúvida de que Deus conta com os idosos? Que os idosos podem e são sinais de Deus para nós?

Neste ano, o tema do II Dia mundial dos Avós é “Dão fruto mesmo na velhice” (Sl 92, 15). Olhemos para os bons exemplos, vejamos quantos frutos nossos antepassados deram, quanta coisa boa colhemos hoje graças a misericórdia de Deus, primeiramente, e graças também a ousadia, fé, fidelidade e o anúncio da verdade dos nossos avós.  

Um dia chegará a nossa vez, seremos idosos ou avós, e que herança transmitiremos? Os santos não se tornaram santos por causa de um ato heróico, mas por toda uma trajetória de vida.  

Nossos idosos e avós merecem nosso respeito, cuidado e nossa admiração. Que possamos refletir: respeito se pede, mas também se vive, amor se recebe, mas também se doa!

Por Padre Marcio Prado – sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-