18.8 C
Campo Grande

Primeira morte relacionada à varíola dos macacos é confirmada no país

- Publicidade -

O Ministério da Saúde confirmou nesta sexta-feira (29) a primeira morte relacionada à varíola dos macacos no Brasil. É um homem de 41 anos, com imunidade baixa e comorbidades, incluindo linfoma, um tipo de câncer, condições que levaram ao agravamento do quadro. Ele morreu em Belo Horizonte.

Segundo nota oficial da pasta, o paciente ficou num hospital público da capital mineira, sendo depois transferido para o Centro de Terapia Intensiva. A causa do óbito foi choque séptico, agravada pelo monkeypox, outro nome da varíola dos macacos.

Ainda nesta sexta, o Ministério da Saúde ativou o Centro de Operação em Emergências para acompanhar a situação da doença no Brasil e elaborar um plano de vacinação.

A previsão do ministério é que 50 mil doses sejam destinadas ao Brasil, de acordo com a solicitação feita à Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

O secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, diz que a ativação do Centro é importante para encontrar as melhores estratégias contra a doença.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o surto da varíola dos macacos como uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional. Já foram identificados mais de 18 mil casos em 78 países.

O Brasil registrou mais de mil casos da doença.

Fonte: Radioagência Nacional

Leia também

- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade-